Um blog para os desesperados alunos do 11º, que nao tiveram tempo para ler o livro ou simplesmente para algum trabalho que seja necessa'rio =P ... so' eu pa ter paciencia pa 1a cena destas... Miss Bree...
Quarta-feira, 9 de Abril de 2008
o meu resumo...

Capitulo I e II

 

* Venda das propriedades

*Remodelação do Ramalhete por Carlos Eduardo, que contracta um artista Inglês, Jones Bule (1875)

*Carlos acaba o seu curso de medicina em Coimbra e faz uma viagem pela Europa (1875)

* Em 1875, no Outono, Afonso deixa Sta. Olávia e instala-se no Ramalhete

 

 

Afonso Da Maia ( caracterização)

 

-Baixo

-Maciço

- Ombros quadrados

- Face larga

-Nariz aquilino

-Pele corada ( quase vermelha)

- Cabelo branco cortado á escovinha

- Barba de neve aguda e longa

- Lembrava um varão esforçado das idades heróicas, um D. Duarte de Meneses ou D. Afonso de Albuquerque

- Sereno e risonho

 

História de Afonso da Maia:

 

    Filho de Caetano da Maia ( um absolutista profundo, apoiante de D. Miguel), foi desterrado em jovem para Sta Olávia, por se ter envolvido numa revolução liberal.

    Depois de uns tempos na Quinta, volta completamente modificado e decide ir viver para Inglaterra, mas com a morte do pai, regressa. É por esta altura que conhece Maria Eduarda Runa, uma mulher muito débil, por quem se apaixona e casa, e depois, têm Pedro.

     Com o absolutismo em Portugal, Afonso vê a sua casa de Benfica ser invadida pela polícia, e parte para o exílio em Inglaterra, com a mulher e o filho. Pedro é criado de uma forma muito romântica por vontade da mulher de Afonso, e devido à sua saúde muito fraca, Afonso decide não se impor às vontades da sua senhora, e assim contratam um padre português (porque Maria odiava Inglaterra), o padre Vasques, para educar o menino. O estado de saúde de Maria agrava-se e eles mudam-se para Itália, depois novamente para Portugal, para a Casa de Benfica, mas Maria Runa acaba por falecer.

 

História de Pedro da Maia:

 

   Típico menino da mamã, cresceu de roda das suas saias e das empregadas, tornando-se um homem pequeno e nervoso, como a mãe, ainda que bonito, como o pai. Nunca fora para a universidade, porque a mãe não o deixara e tivera uma educação completamente romântica. Passava os dias na farra, sem fazer nada e aos 19 anos, teve um bastardo.

   Com a  morte da mãe, Pedro ficou de rastos, infelicíssimo, mas depois, conhece Maria Monforte ( filha de Manuel Monforte, que vivia às ordens da filha, e que tinha um passado obscuro; um negreiro), por quem se apaixona.

 

Maria Monforte ( caracterização)

 

- Loura

-olhos azuis

-bonita moça

-filha de um assassino, um negreiro

 

   Apaixonado, Pedro decide casar com Maria, ainda quem Afonso o tenha proibido. Sai de casa, casa com Maria, e corta relações com o pai, que se zangou com ele por tal casamento. Depois, Pedro e Maria viajam, por Itália, depois Paris e acabam por voltar para Lisboa, quando descobrem que Maria estava grávida.

   Nasce a primeira filha do casal, Maria Eduarda, que Maria Monforte adora. Maria começa a ter hábitos estranhos, como fumar com os homens á noite e conviver com eles em soirés, hábitos estes que Pedro odiava e condenava, sentindo ciúmes. Apesar de casada, o pai de Maria anda sempre com ela. Afonso refugia-se em Sta Olávia para evitar a família, convivendo alegremente com os amigos. Mais tarde, depois de Maria Eduarda fazer um ano, Maria Monforte tem outro filho, desta vez um menino, a quem dá o nome de Carlos Eduardo, devido a um romance que andava a ler.

   Certa tarde, numa caçada, Pedro fere acidentalmente a tiro um napolitano refugiado e condenado á morte, Tancredo, que era sobrinhos dos príncipes de Sória, e leva-o para sua casa. Maria Monforte dá-se muito bem com ele, bem demais. O pai de Maria parte numa viagem aos Pirenéus.

   Um dia, quando Pedro regressa a casa, descobre que Maria fugiu com Tancredo, levando consigo a sua filha, Maria Eduarda, e deixando para trás Carlos. De rastos, Pedro vai ter com o pai e conta-lhe tudo, e os dois acabam por fazer as pazes. Afonso fica felicíssimo por conhece o neto, mas infeliz com o estado do filho. Sem aguentar, Pedro acaba por se suicidar, deixando Carlos Eduardo a cargo do avô.

 

 

   Afonso da Maia muda-se para Sta. Olávia para criar Carlos, e vende a Tojeira, casa de Pedro. Afonso cria Carlos, mas desta vez como sempre quis criar Pedro e a sua mulher nunca o deixara:  uma educação à Inglesa, muito rígida, principalmente fisicamente. Vilaça,   amigo de Afonso e procurador da família visita-os regularmente. Anos depois, morre, sendo substituído pelo seu filho Manuel Vilaça júnior.

 

 

Capítulo III

 

 

- Carlos é criado á medida do avô, crescendo forte e são, sendo educado por Brow, um tutor vindo directamente da Inglaterra para o efeito.

 

- Vilaça descobre, ao fim de una anos de procura, o paradeiro de Maria Monforte (e de Maria Eduarda) , agora Maria L'Estorade, que viveu 3 anos em Viena com Tancredo e com o pai, e depois mudaram-se para o Mónaco. Tancredo morreu num duelo, e meses depois o seu pai também, deixando-a sem nada. Maria muda-se para Paris, onde se junta com Mr. L'Estorade, mas este acaba por deixá-la. Muda-se depois para Londres, onde Vilaça descobre que a filha de Maria Monforte, morre. Depois, Maria foge para a Alemanha com um acrobata de circo.

 

- Convencido de que a sua neta morrera, Afonso decide esquecer a existência de Maria Monforte.

 

 


sinto-me =S:

publicado por miss.bree às 11:06
link do post | Diz la' o q achas | Apanha-me,se conseguires
|

8 comentários:
De Maria a 26 de Maio de 2009 às 18:30
acho genial!!!!


De KIKO a 22 de Fevereiro de 2010 às 22:11
ES A SALVACAO PARA MUITA GEN TE


De Sue a 23 de Fevereiro de 2010 às 23:07
Muito bom trabalho.

Já fim o meu 11º á muito tempo mas na altura tinha me dado jeito!

Parabéns.

Sue

(musicalidadett.blogspot.com)


De ines a 26 de Fevereiro de 2010 às 16:49
está muito bom, obrigado.

estou agora no 11º e não sei o que teria feito sem isto


De su a 27 de Fevereiro de 2010 às 00:12
muito bom mesmo (:*


De Com vergonha de se pronunciar a 20 de Março de 2010 às 14:07
Anjo da Guarda! xD
Espero que isto me ajudo no último teste do segundo período. Não estou nem nunca tive paciência para ler aquela bíblia à portuguesa.
Salvaste-me!!!


De Desesperado pá! a 26 de Março de 2012 às 19:27
Genial e útil!!


De SICS a 20 de Maio de 2012 às 19:16
uau que trabalhão!! tá fantastico .. PARABÉÉÉNS


Comentar

Euzinha
pesquisa aqi q nao vais muito longe
 
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Os unicos posts

cronica des costumes

Teste de portugues

o meu resumo...

Livro "Os Maias"

Os Maias I

Os Maias II

Os Maias III

Os Maias IV

Os Maias V

Arquivos

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds